O Slackline ou corda bamba, como é denominado nos circos, é um esporte de equilíbrio, onde uma fita é montada entre dois pontos fixos, que chamamos de ancoragem.

Tem o equilíbrio como base do esporte, com incrível semelhança ao praticado no picadeiro dos circos, aonde se utiliza o cabo de aço no lugar da fita de poliéster.

SLACKLINE

MODALIDADES

  • Slackline – a base para todas as outras, que é o andar na fita;

  • Trickline – é a realização de manobras sobre a fita e nesse caso o Slackline é diferente, devendo ser mais elástico e flexível, para que possa fazer a função de “arremessar” o praticante melhor e auxiliar na realização dos movimentos;

  • Longline – quando a distância percorrida é superior a 20 metros, na maioria das vezes a fita muda por completo, sendo uma fita de 25 milímetros de espessura e tubular, pois quanto mais distante as ancoragens, mais “mole” a fita fica no meio, dificultando a travessia;

  • Highline – pode ser considerada a modalidade mais radical do Slackline, onde a fita é montada em alturas a partir de 5 metros do chão e muito praticada entre montanhas, prédios, etc., sendo que noções de escalada e segurança na hora da ancoragem são essenciais, além dos mesmos equipamentos de segurança que são utilizados em escaladas. Nesse caso, a fita também é tubular e vem acompanhada de uma corda que é colocada paralelamente e presa a ela, para o caso de acidente com a fita chamada de linha de vida e a cadeirinha de escalada também é necessária, em caso de quedas ou acidentes mais graves;

  • Waterline - quando o Slackline é montado sobre a água, como rio, piscina, lago, mar...;

  • Surfline e Yogaline – são variações quando realizadas manobras ou movimentos similares a essas práticas.

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon