As bikes caíram no gosto das pessoas por todo o Brasil, mais especialmente em São Paulo, onde as ciclovias crescem dia a dia e o número de usuários aumentou vertiginosamente. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para quem pedala ou quer pedalar, pois para um passeio seguro e sem lesões é necessária a prevenção. 

BIKE

CONDUZINDO A BIKE

Arturo Alcorta – escoladebicicleta.com.br

“Calibrar os pneus, sair e depois de uma boa pedalada voltar para casa sem dores, é uma sensação ótima”.

O encaixe do corpo na bike é essencial para uma boa pedalada e para tanto, seguem algumas dicas, abaixo:

1. Adquira uma bike do tamanho e geometria ideal para seu tipo físico e regule-a corretamente de acordo com as suas características;
2. Acomode o corpo confortavelmente e relaxado;
4. Apoie o pé no pedal, com o eixo passando pela linha entre seu joanete (que une o dedão ao restante do pé) e o dedo mínimo;
5. Segure com firmeza o guidão, mas sem travar os braços, deixando-os levemente flexionados;
6. Ajuste o curso do manete e mantenha sempre os indicadores sobre eles;
7. Pedale mantendo a sola do pé paralela ao chão, não deixando o calcanhar cair;
8. Mantenha um giro de pedal de pelo menos 60 voltas por minuto (uma volta completa do pedal por segundo), evitando pedalar abaixo deste giro;
3. Evite pedalar com marchas pesadas, pois é prejudicial à saúde;
4. Havendo marchas, tente manter sua cadência (velocidade média do giro das pernas) o mais uniforme possível, pois quanto mais regular a cadência, menor o cansaço;
5. Ocorrendo a mudança da força ou cadência, mude de marcha;
6. Aproveite os momentos de inércia da bike, realizando o mínimo esforço possível, não desperdiçando energia;
7. Nas bikes sem marchas, acelere lentamente;
8. Para pedalar em pé nos pedais, só com um giro próximo a 40 voltas por minuto;
9. Bike devagar e ciclista desligado, é igual a tombo.
10. Quanto mais relaxado o corpo estiver ao pedalar, menor a possibilidade de tombo. Atenção: Relaxado não é desligado!
11. Como o ciclismo é a arte da suavidade, quanto mais suave, melhor a bike mantém o equilíbrio e a inércia.
12. Não brigue com a bike, mesmo numa urgência, corrijindo-a com delicadeza e sem medo de cair.
13. Olhe sempre para onde você quer ir, pois a trajetória da bike acompanha o olhar.
14. Evite ficar sempre sentado no selim, usando as pernas e braços como amortecedores, mesmo que a bicicleta tenha suspensão.
15. Como a bike é uma máquina inercial, aprenda a tirar proveito da velocidade.

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon