Please reload

Posts Recentes

Jiu Jitsu de Balneário Camboriú traz 10 medalhas douradas do Catarinense

June 26, 2018

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

Aldo deseja melhoras para Holloway, mas vê caminho mais curto para o cinturão

July 23, 2018

 O afastamento de Max Holloway por tempo indeterminado, após ter tido sintomas de concussão na semana do UFC 226, embolou a categoria dos penas do UFC. Isto pode ter facilitado a vida de José Aldo em busca da retomada do cinturão interino da divisão. Uma boa vitória contra de Jeremy Stephens, neste sábado, no UFC Calgary, deve colocar o manaura mais perto de uma disputa contra Brian Ortega, número um no ranking da categoria.

- É uma situação bem difícil, não sei detalhes profundamente do que aconteceu com o Holloway. Eu torço muito para ele e fiquei feliz de vê-lo campeão. É um cara família, que tem bons pensamentos... Não vejo como "eu tenho que destruir esse cara". É bem difícil a situação dele agora, uma pessoa que sempre sonhou em ser o campeão e, agora que conquistou, não está podendo fazer o que mais ama, que é lutar, defender o título. Eu torço pela melhora dele.

Pensando no lado profissional, a saída dele abre espaço, porque acho que seria muito difícil ter uma terceira luta entre a gente agora. Acho que posso ter uma rota de cinturão mais rápida do que pensei. Não sei qual a real situação, de repente vencendo bem essa luta posso disputar um cinturão interino com o Ortega - disse o brasileiro em entrevista exclusiva ao Combate.

Essa vai ser a primeira vez desde 2009, quando conquistou o título peso-pena no WEC, que Aldo faz uma luta que não vale cinturão. A situação diferente não é uma questão incômoda para o brasileiro.

- Quando você é campeão, se torna um alvo, todos os lutadores da sua categoria no mundo estão olhando, detalhe por detalhe, cada coisa que você faz. Não tem como fugir disso. Eu sei porque eu sonhava desafiar o campeão e ficava vendo vídeos, entrevistas, qualquer coisa que eu pudesse aprender para ganhar dele. É inevitável. Eu tive esse momento antes da fama, de estar nesse caminho, de lutar pelo cinturão. Não é uma coisa nova, mas algo com que posso aprender bastante.

José Aldo tem 26 vitórias e quatro derrotas em 30 lutas na carreira. Faixa preta de jíu-jitsu, o atleta da Nova União venceu somente uma vez por finalização, no início da carreira, em 2005. Investir no jogo de solo está nos planos para o combate contra Stephens.

- Eu vinha pecando, deixando de lado meu wrestling, que poderia usar para chegar mais rápido à vitória. Eu procurei rever meus conceitos para vencer na próxima luta. Não digo que é difícil me reinventar. É um pouco mais complicado, porque a gente chega jovem e conquista tudo aquilo que sonhou, e procura uma hora colocar novas metas que possam ser difíceis de alcançar para estar com a chama acesa. Mas, automaticamente, você entra em uma zona de conforto, porque você é o campeão, e dominante, por muito tempo. Eu procuro conversar para ver onde posso melhorar e me reinventar. Essa pode ser uma nova chance de estar lá dentro e procurar a luta de solo. As pessoas ainda não viram o meu chão. Também estou treinando muito meu kickboxing, corrigindo os erros dos últimos combates.

Com 28 triunfos e 14 reveses, Jeremy Stephens vive boa fase no UFC. Quinto no ranking peso-pena, vem de três resultados positivos consecutivos. No último deles, nocauteou Josh Emmett. Aldo vê brechas no jogo do adversário que podem levá-lo à vitoria.

- Ele é um cara agressivo, que procura acabar a luta o quanto antes, eu respeito. Acho que pra mim ele tem vários erros no jogo, é nisso que eu vou procurar trabalhar. Nesse momento, não preciso provar nada. Eu quero entrar, lutar e ver onde ele erra. Não tem o que eu falar, quero fazer o meu jogo.

O Combate transmite ao vivo e na íntegra o UFC Calgary no próximo sábado, a partir de 17h (de Brasília). O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do evento em vídeo, e acompanha o restante do torneio em Tempo Real. Confira o card completo:

UFC Calgary
28 de julho de 2018, em Alberta (CAN)
CARD PRINCIPAL (a partir de 21h de Brasília):
Peso-leve: Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Peso-pena: José Aldo x Jeremy Stephens
Peso-palha: Joanna Jedrzjeczyk x Tecia Torres
Peso-leve: Alex Hernandez x Olivier Aubin-Mercier
CARD PRELIMINAR (a partir de 17h de Brasília):
Peso-meio-médio: Jordan Mein x Alex Morono
Peso-pena: Hakeem Dawodu x Austin Arnett
Peso-leve: Kajan Johnson x Islam Makhachev
Peso-meio-pesado: Gadzhimurad Antigulov x Ion Cutelaba
Peso-leve: John Makdessi x Ross Pearson
Peso-mosca: Alexis Davis x Katlyn Chookagian
Peso-mosca: Dustin Ortiz x Matheus Nicolau
Peso-palha: Randa Markos x Nina Ansaroff
Peso-leve: Devin Powell x Alvaro Herrera

Fonte: SporTv

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon