O Judô e o Jiu-Jitsu são artes marciais irmãs, já que uma complementa a outra, e, apesar de seus objetivos distintos em relação às regras de combate, é comum encontrar praticantes de ambas as artes em virtude dos benefícios dessa complementação.
 
Enquanto o Judô tem como base de seu aprendizado as técnicas em pé, principalmente as de projeção, o Jiu-Jitsu tem como base as técnicas de chão, que visam diminuir as diferenças de peso, tamanho e força entre os praticantes. 

Nosso objetivo é passar informações e dicas, que te levem a conhecer e praticar o(s) esporte(s) e a não desistir ao encontrar as primeiras dificuldades, evitando possíveis lesões e/ou aprendizado inadequado.

JUDÔ

TÉCNICAS DO JUDÔ

As técnicas de Judô são divididas em três principais grupos:

• Nage-Waza - Técnicas de projeção e/ou arremesso (de quadril, de braço, de perna e de sacrifício);

• Katame-Waza - Técnicas de solo (imobilizações, estrangulamentos e chaves de braço);

• Atemi-Waza* – Técnicas de defesa pessoal com ataque (socos, chutes, joelhadas, cotoveladas, golpes de mão aberta e com os dedos).
*As técnicas de ataque são ensinadas apenas para graduados na faixa preta.

As técnicas básicas de deslocamento no tatame, o andar, postura e amortecimento de quedas, são fundamentais para uma aula completa, além de alongamentos no início e no final de cada aula.

Depois dos 30 anos ainda temos muita energia e vontade, mas com ela responsabilidades imensas (família, trabalho, etc.), o que sugere alguns cuidados adicionais.

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon